Páginas

domingo, 20 de dezembro de 2009

Especial “Avatar” – O fantástico mundo de Pandora

AVATAR” nos conduz por um mundo espetacular além da imaginação, onde um herói relutante vindo da Terra embarca numa aventura épica, e acaba lutando para salvar o mundo extraterrestre que aprendeu a chamar de lar. O filme foi idealizado 15 anos atrás pelo diretor de “Titanic”, o vencedor do Oscar, James Cameron, quando ainda não existiam os meios para tornar suas ideias realidade. Agora, após quatro anos em produção, “AVATAR”, um filme de ação ao vivo com uma nova geração de efeitos especiais, nos proporciona uma experiência inovadora de imersão no cinema, em que a tecnologia revolucionária que foi inventada para realizar o filme desaparece na emoção dos personagens e no arrebatamento da história.

AVATAR new 2

Adentramos o mundo alienígena através dos olhos de Jake Sully (Sam Worthington), um ex-fuzileiro naval confinado a uma cadeira de rodas. O personagem central do filme,  Jake é um homem comum com o qual todos podem se identificar e que, inesperadamente, torna-se um herói, após os acontecimentos convergirem para um conflito de civilizações – entre as empresas da Terra que pretendem “desenvolverPandora, e os nativos Na’vi.

Jake é um ex-fuzileiro naval que coloca a honra e o dever acima de tudo, mas que acabará por ter de optar entre a honra pessoal, em defesa do que é certo, e seu suposto dever para com aqueles que o designaram para a missão. Apesar do que aconteceu ao seu corpo, Jake continua se sentindo um guerreiro e viaja anos-luz à estação que os humanos instalaram em Pandora, onde a humanidade quer explorar o minério raro unobtanium, que pode ser a chave para solucionar a crise energética da Terra. Como a atmosfera de Pandora é tóxica, foi criado o Programa “AVATAR”, em que “condutores” humanos têm sua consciência ligada a um “avatar”, um corpo biológico controlado à distância capaz de sobreviver nesse ar letal. Os Avatares são híbridos geneticamente produzidos de DNA humano e DNA dos nativos de Pandora, os Na’vi.

Jake foi convocado para ir até Pandora pela RDA, para substituir seu gêmeo geneticamente idêntico, o jovem cientista que treinou para a missão, porém morreu pouco antes de partir da Terra. Jake não é cientista, mas seu DNA faz dele o único qualificado, pois o DNA do irmão foi combinado com o do nativo de Pandora, Na'vi, para criar um híbrido Na'vi, ou 'AVATAR'. Somente Jake pode “conduzir”, ou seja, operar telepaticamente o 'AVATAR' do irmão. Por meio de seu corpo 'AVATAR', Jake passa a ter um novo propósito, novos desafios, em uma aventura que vai levá-lo a seus limites - e além deles. Diz o ator Sam Worthington: “Pandora dá a Jake a oportunidade de se encontrar, realizar seu potencial e compreender que, por meio de suas escolhas, pode se tornar um homem melhor”.

AVATAR new

Renascido em sua forma 'AVATAR', Jake consegue voltar a andar. Ele recebe a missão de se infiltrar entre os Na’vi, que se tornaram um obstáculo à extração do precioso minério. Ocorre que uma bela Na’vi, Neytiri, salva a vida de Jake, o que muda tudo. Jake é acolhido pelo clã de Neytiri, e aprende a ser um deles depois de passar por vários testes e aventuras. O relacionamento de Jake com sua hesitante instrutora Neytiri se aprofunda, e ele passa a respeitar o jeito de viver dos Na’vi, e por fim passa a ocupar seu lugar no meio deles.

Logo ele enfrentará a maior de suas provações, ao comandar um conflito épico que decidirá nada menos que o destino de um mundo inteiro.

O COMEÇO:

“‘AVATAR’ foi o filme mais desafiador que já fiz”, afirma o roteirista e diretor James Cameron. E é uma declaração de peso, levando-se em conta o renome internacional de Cameron como um dos maiores cineastas: seus inovadores filmes “Titanic”, “O Exterminador do Futuro”, “O Exterminador do Futuro 2 – O Julgamento Final”, “Alien – O Oitavo Passageiro”, “True Lies” e “O Segredo do Abismo” mesclaram espetáculo, narrativas e personagens envolventes, e expertise técnica a serviço da história e da ‘emoção.

“Eu quis criar um tipo de aventura com a qual todos estivessem familiarizados, num mundo nada familiar, com a clássica trama do forasteiro que encontra uma cultura e um lugar diferentes num planeta alienígena”, destaca Cameron. Ele explica: “É uma história clássica, porém com várias reviravoltas para surpreender o público. Sonhei criar um filme assim, ambientado num outro mundo, repleto de perigos e beleza, desde que era um menino que lia revistinhas de ficção científica e quadrinhos sem parar, e desenhava monstros e extraterrestres na aula de matemática, com o papel escondido atrás de um livro. Com 'AVATAR', esse dia chegou”.

* Fonte: Fox Films.

Quer saber tudo sobre as séries de TV? Clique AQUI e confira.

5 comentários:

Thiago Paulo disse...

Digam oque quiserem, eu adorei AVATAR e não vou mudar de opinião. Pra o filme é uma grande homenagem ao gênero Ficção Científica.

Abraço... Excelente texto!

Cleber disse...

Simplesmente não gostei da mistureba de James Cameron!

Fernando disse...

Eu tb adorei o filme... pra mimé um dos melhores da década...

Paulo Ricardo disse...

Cara vi o filme ontem, e honestamente, foi o melhor do ano. OS efeitos foram muito satisfatórios e mesmo com os longos 173 min de filme, gostei muuuito.

Roberto F. A. Simões disse...

Não partilho do mesmo entusiasmo em relação ao filme, apesar de lhe reconhecer inegáveis qualidades 4/5

Cumps.
Roberto Simões
CINEROAD - A Estrada do Cinema